sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Eu, Alma que te contempla…

 

 

IMG_0145

Flor…

Sem nome

Bela e pura

Que desabrochou

Em tão suave frescura

Despercebida  aos olhares

De quem por ti passou

Por singela seres

Não tens o charme de uma rosa

O perfume de um cravo

Nem a delicadeza de uma tulipa

De pétala sedosa

Assim és

Flor sem nome

Formosa

Para ti olhei por um momento

Teu perfil

Único e lindo

Eu guardo no pensamento

malmequer-bem

2 comentários:

Jacarée disse...

Parabéns!!!

Muito lindo... seu charme e perfume extasiaram meus pensamentos.

B.F. S.

Borrifes de Jacarée

Jacarée disse...

Bela flor sem nome.. que desabrocha no esplendor da PRIMAVERA
Fresca colorida, sedosa...
Bela Tulipa de pétalas delicadas
Assim és FLOR sem nome
Me encantas neste jardim de palavras.
Hoje escreves-te um Poema
Com o perfume dum cravo,
Com fragrâncias de quimeras
Hoje,
Amanhã,
Ontem
Sempre embebida de carinhos e emoções.


Bjs

Jacaée

MEU MUNDO MARAVILHOSO: