segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Ruínas de um Amor…

 

 

amor feito droga

O Amor morreu…

Morreu no meu coração

Quem diria !

Do tempo que passa

E que fugia

Bem estava a sentir que ele morria…

O Amor é nada,

É Mentira

É engano

De uma alma desvairada

Hoje durmo até acordada,

Sonhando

Ou até sem sonhar

Envolta num vago

Abandono brando

De não ter o que pensar

No meu Querer

No meu sentir até,

Pensar

Não foi certo em mim

Deitei fora

Entre ortigas

O que era a minha fé

Numa página em branco

Escrevi  Fim…

 

0003ys0b

2 comentários:

Daqui Por Diante disse...

meu amor próprio morreu um pouco. ou um tanto. ando com uma tendência a acreditar em vida após a morte. muitos a isso chamam de esperança. outros tantos, de ilusão. prefiro sentir e pronto. :)

belo texto o seu.

Três Tempos disse...

Live every day as if your last...

MEU MUNDO MARAVILHOSO: