sexta-feira, 28 de maio de 2010

Minha Alma, Asas pelo espaço…

 

 

mulher ternura

Voa o meu pensamento

Vai…

Asas pelo espaço

Pela noite dentro

Minha alma flutua

Quebra a gaiola,

Como um pássaro louco!

Não mais fronteiras,

Alma  foge de mim,

Que a terra é curta, e o mar é pouco,

Quero voar nos braços do vento

Quero sonhar nos braços da lua!

Vai…

Minha alma

Como um branco veleiro

Vai sem destino,

Como uma bússola tonta…

Por oceanos de nevoeiro

E o impossível corre

De ponta a ponta,

Tudo é perto, princípio e fim.

Castelos fluidos, jardins de espuma,

Ilhas de gelo, névoas, cristais,

Palácios de ondas, terras de bruma,

Voa minha alma

Voa…

Mais  alto, mais alto mais!

 

anjodourado_asas

2 comentários:

Dαиιelα disse...

Belo Poema.
:)
profundo ...
Beijos '

Geraldo Brito (Dado) disse...

Lindo poema.
Saudações e parabéns pelo blog!

MEU MUNDO MARAVILHOSO: